Uma Malla pelo mundo Interney.net/blogs/malla

quinta-feira, março 24, 2005

Duvidas viajantes do dia

Não gostei do que escrevi antes, e deletei. Se você leu, ok. Se não leu, não perdeu nada.

Viajei na maionese feio. Prefiro dar pequenas notícias agora.

******************************************

Estou extremamente confusa com a história da expedição dos "10 anos do Brasil no Everest". Embora esteja sendo noticiada na imprensa brasileira (o Terra está dando apoio, e montou um site com os relatos da viagem), ainda não está listado no EverestNews, e isso me é muito estranho. Em geral, o pessoal do EverestNews sabe de TODAS as expedições. Por que o Brasil não está listado? Waldemar Niclevicz e Irivan Gustavo Burda estão mais que empolgados para essa aventura - essa é a sensação que o site do Waldemar passa. Então o que houve?

****************************************

Recebi um cartão postal muito significativo, de um amigo que vi pela última vez em 1997 em Frankfurt-am-Main, e que desapareceu desde então. Achava que nunca mais teria contato com ele na vida, e de repente, surge o cartão. Acho legal quando a gente recupera contatos antigos. Eu abro muitos sorrisos. Amigos, sempre amigos.

******************************************

Ando muito reflexiva, talvez em parte por causa dos conflitos na região asiática, ou talvez porque esteja trabalhando muito, e o pouco tempo que sobra eu gasto em frente a TV - o que significa para mim pensar na vida, ou deixar a informação entrar meio que como osmose. Li o post do Inagaky sobre ser escritor, e decididamente, me animou a escrever mais e melhor. Principalmente porque não sei escrever, e preciso treinar. Começar um projeto de escrita mais convincente. E tentar ser mais clara ao escrever. Concisão, acima de tudo. Será que consigo sem ser científica demais, ou apaixonada demais?

******************************************

Eu entendo perfeitamente que devemos ser tolerantes com diferentes religiões, com costumes e tradições, mas definitivamente, trabalhar o dia inteiro com gente que não toma banho (ou com banho mal-tomado), tem me tirado do sério! Não tenho conseguido ficar muito tempo direto na bancada, porque aquele cheiro de suor me irrita no mais fundo do meu ser. Os rapazes em questão são indianos, e de acordo com seus preceitos religiosos, não podem passar álcool no corpo - então nada de desodorante ou perfume. Serei eu uma "dondoca" que trabalha o dia inteiro numa bancada pra ganhar o pão de cada dia? Ou terei apenas um olfato sensível demais?

*********************************************

Aqui na Coréia do Sul não tem feriado de Semana Santa, muito menos Páscoa. Nada de ovos de chocolate. Embora os coreanos sejam muito cristãos. Difícil entender, mas verdade.

********************************************

"I feel so alive...(...)/ And I think I can fly!" é o que está tocando aqui, do P.O.D. Eu gosto, parece que estou indo saltar de pára-quedas. Saltar para a vida, e aproveitá-la ao máximo: esse é o lema.

********************************************

Ando com vontade alucinada de comer coxinha de frango com catupiry e pastel de pizza da feira da Mourato Coelho, em São Paulo. Uma viagem culinária.

********************************************

Por enquanto, blog em estado de dormência mental. Daqui a uns dias, acordo mais inspirada/criativa/animada.

Refletir e questionar sempre, escrever... quando a vontade permite.

*********************************************

Tudo de bom sempre, como diz o Hermeto Pascoal, o bom velhinho que eu quero abraçar um dia na vida.

Marcadores: ,