Uma Malla pelo mundo Interney.net/blogs/malla

segunda-feira, abril 11, 2005

Pequenas anotaçoes de viagens 2

Andei circulando por aí. Como pessoa que sempre quer ver o lado positivo da vida, constato que tem muita coisa boa sendo escrita na rede. E aí vão algumas anotações das últimas viagens que me conquistaram, algumas com atraso, mas o que vale é a diversão da blogagem.

1) O post do Claudio sobre criança é um verdadeiro soco no estômago na consciência da gente. Maravilha quando a gente lê algo que nos faça pensar um pouco que seja na nossa existência humana. Idem para o post da Denise sobre o direito de amamentação das mulheres. Uma necessidade de leitura e reflexão. E se a palavra é refletir sobre a situação do Brasil, boa oportunidade para tal é ler o post da DaniCast sobre legalização de profissões misturado à problemática da super-tributação brasileira. Vale a pena mesmo.

2) Se a palavra é ousadia, os blogs da Mônica, da Tata e do Marcus se uniram e escreveram um texto a 6 mãos, publicado simultaneamente. Divertido e interessante. Uma experiência blogo-virtual que deu certo.

3) Se é pra dar risadas nerds, não perca o cálculo matemático para descoberta da data da Páscoa, no blog "Física na veia", no post "Astronomia e Páscoa: tudo a ver!". Ainda estou com a barriga doendo de tanto rir - mas isso talvez seja porque meu lado nerd aflorou com força total... dêem um desconto, ok?

4) Falando em ciência, não dá pra não se orgulhar de ver um pedaço (microscópico que seja, mas está lá!) da história da ciência brasileira nas páginas da Science dessa semana. O slideshow é geralzão, e bem apresentado. A Science, para quem não sabe, está completando 125 anos de existência e de "ciência global", e a comemoração é dessa forma: mostrando a ciência em países fora do mainstream da ciência. Muito boa iniciativa - mas o que esperar da melhor revista de divulgação da ciência do planeta, não é mesmo? (Empatada com a Nature, é claro, minha predileta desde sempre.)

5) Eu atrasadésima na notícia, mas preciso dizer que a jornalista adorada Leila me deu o gancho, e eu fui atrás da informação: o tubarão branco que estava no Aquário de Monterrey foi liberado de volta ao mar. Decisão mais que acertada. Era o único tubarão branco em cativeiro do mundo, e de acordo com os biólogos do Aquário, ele estava predando os companheiros de tanque, após meses em exposição real e via web - sim, tinha uma webcâmera onde as pessoas podiam acompanhar 24h o bicho nadando no aquário através do site. A câmera ainda está lá, e vale a pena viajar naquele azul artificial. Vale ressaltar que durante a sua estadia no Aquário, o tubarão foi um excelente alvo de programas de educação ambiental com o intuito de ACABAR com essa fama execrada que titio Spielberg ajudou tanto a construir com seu clássico tubarãonístico. E o Aquário já pensa em arrumar outro. Se é pra melhorar a qualidade de vida dos outros tubarões que estão aí fora no oceano sendo pescados e massacrados diariamente, é bem-vinda a idéia de mais um branco no aquário. Crianças conscientes podem gerar adultos mais respeitosos com essas criaturas maravilhosas.

6) Consciência do futuro do nosso planeta é a preocupação número 1 da UNEP, o Programa das Nações Unidas para o Ambiente. No ano passado, meu fotógrafo predileto inscreveu-se num concurso deles, o "Focus on your world". Mais de 30,000 fotos depois, saiu o resultado. Só ganhamos experiência dessa vez, apesar da torcida incessante. Mas vale MUITO a pena dar uma olhada nas fotos vencedoras, todas de uma qualidade artística de dar gosto. Um dos prêmios especiais foi para a foto daquela baleia jubarte encalhada em Niterói no ano passado.

7) E eu não posso deixar de registrar aqui algumas notícias vindas do Nepal - visto que eu estou torcendo pela equipe brasileira na tentativa de escalada do Everest. As notícias dos brasileiros continuam confusas: Waldemar Niclevicz tem relatado o diário de viagem no seu site, e já chegaram ao topo do Mera Peak, parte do treinamento deles pré-Everest. Entretanto, recebi um email de uma companhia de montanhismo dizendo que são na verdade 8 brasileiros tentando dominar a montanha mais alta do mundo, entre eles uma expedição sem oxigênio suplementar, o que, caso seja verdade, colocaria o Brasil numa excelente posição no montanhismo mundial. E a toda essa informação, o site oficial das expedições do Everest passa batido... O que será que está se passando com os brasileiros? Por que não chegaram a avisar o EverestNews? Bom, eu continuo de orelha em pé, aguardando notícias de todos os brasileiros, e de Will Cross, o diabético americano que também está no jogo nessa temporada. É continuar torcendo, cada vez mais.

8) E é do Everest que vem a síndrome do "primeirão da fila" da temporada. O acampamento-base no lado tibetano abre todos os anos no dia 05 de abril. E não é que nesse ano teve um alpinista que chegou mais cedo? Bom, como loucos se entendem bem, óbvio que o cara não ficou desabrigado a 5,000 m de altitude, e foi o verdadeiro "primeirão" a chegar pra esta temporada de escaladas...

9) Pra finalizar, aos curiosos de plantão interessados nas minhas opiniões viajantes, saiu uma entrevista que a Karla Brunet, do site-projeto-documentário online "Identidades" fez com... a Lucia Malla! Espero que gostem.

Tudo de bom sempre.

Marcadores: