Uma Malla pelo mundo Interney.net/blogs/malla

quarta-feira, junho 08, 2005

Arte na vida, sem designer

Não, eu não vou discursar sobre arte (atividade humana vasta da qual entendo quase nada, apenas admiro) nem sobre biologia (estudo científico da vida, um mundo tão vasto quanto); não é minha intenção hoje. Arte é, vida é. Intransitivo, sem predicativo.

Eu prefiro deixar aqui sete fotos, pequena demonstração de quão próxima da arte a vida realmente está (aos olhos humanos), e quão inspirada na vida a arte pode ser. Vida: fruto de evolução natural darwiniana, simples assim. Arte: fruto de evolução cultural humana, mais simples ainda. Processos com origens completamente diferentes, cuja força motriz é a mesma: perpetuação.

E deixo também para vocês a brincadeira de tentar descobrir que vida cada arte é.

12
Na minha viagem na maionese, a primeira eu chamo de "O Abraço" ou "O Beijo de Klimt no mar". A segunda é "A Cortina de Vento".

34
Terceira: "Abstração de linhas". Quarta: "Uma rosa é uma rosa".

56
Quinta: "Almofada". Sexta: "Textura morta"

7
Sétima: "Alegria da tristeza". (Como percebem, os títulos que eu invento são umas viagens...)

Tudo de bom sempre.

**************************

Mais viagens...

- Via NemoNox, esse artigo em português comentando (ou melhor, criticando com excelente razão) a iniciativa da Unifesp em dar uma palestra sobre criacionismo - ou melhor, a versão maqueada trash bushista chamada "Design Inteligente" (só de falar essa palavra eu já tenho azia). O mais legal é ver o nome de cientistas conhecidos propondo um documento de condenação à realização de tal palestra numa universidade federal. Esses são os que amam a ciência de verdade, e pra eles eu bato palmas. Mobilização já.

- A Cilene me surpreendeu com uma entrevista divertida de responder. Muito simpática a moça. Quem estiver curioso por mais viagens na maionese da Lucia Malla, corre lá e dá uma olhada na entrevista, que foi
publicada no dia 05/junho.

- Esse post é dedicado à Denise, que postou mais artes da natureza no domingo passado e que me inspirou a colocar aqui um pouquinho dessa arte também... Obrigada, Denise!

Marcadores: ,