Uma Malla pelo mundo Interney.net/blogs/malla

domingo, outubro 09, 2005

1 ano viajando com a Malla pelo mundo

Apertem os cintos e preparem-se para uma viagem megalomallaníaca.

Este é o post número 159. Exatamente há um ano, eu escrevia o post "Estrela Apo - Filipinas" , o primeiro deste bloguinho, onde uma das máximas pseudo-filosóficas que carrego já estava explícita:

"Todo paraíso tem seus problemas. Portanto, não existem paraísos. Você constrói o paraíso ao seu jeito..."

Na contra-mão da maioria dos blogs normais que conheço, foi apenas no segundo post que resolvi explicar sobre o início do blog - que aliás já estava começado desde julho no UOL, endereço desativado por abandono, e os poucos posts desconexos de lá foram transportados para . Muitas vezes, minha organização mental tende a um caos que meus poucos leitores já devem estar acostumados.

No ano passado, não me atentei para o fato de que este blog nasceu na mesma semana em que a Academia Sueca entrega o Prêmio Nobel, o mais famoso, cobiçado e elegante do meio científico - e que também premia pensadores iluminados nas áreas de Economia, Literatura e um bem-feitor da Paz humana a cada ano. Como cientista, a descoberta dessa coincidência randômica de datas encheu meu bloguinho de orgulho e alegria.

Para comemorar tal coincidência, resolvi instituir narcisisticamente neste domínio o Prêmio Malla Bloggel, que, assim como o Nobel, será oferecido em categorias diversas. Entretanto, dado que os "premiados" não levarão prêmio algum a não ser uma menção nestas linhas, pois são meras entidades virtuais escritas (comumente chamados "posts"), elaborei mais categorias para a premiação fictícia, onde o limite é apenas neuronal. Na verdade, são 16 categorias, ou seja, 10% da quantidade total de posts do ano (que dá 15.9, arredondei livremente para 16, e acredito que a ASMP - Associação Sindical Mallística de Posts - não reclamará do arredondamento).

A concorrência foi acirrada entre os candidatos, mas depois de muita deliberação com o juiz miante Catupiry, chegamos aos vencedores em quase todos os quesitos. Naqueles em que ainda há dúvidas (Catupiry é um gato muito indeciso...), eu deixo as opções para quem quiser decidir. Vale lembrar que o objetivo da premiação não é destacar sempre os posts que eu mais gosto - esses ficam ali à disposição o ano inteiro na coluna da direita sob o título de "Minhas viagens prediletas" - mas sim aqueles mais bizarros, desconhecidos, perdidos, ou com histórias engraçadas esquecidas na curta memória virtual predominante no formato blog (histórias essas divulgadas no blog ou apenas nos bastidores). Talvez um ou outro post realmente tenha sido interessante, mas no geral, encare o Malla Bloggel mais como um Prêmio IgNobel dos posts da Malla. E como este é um blog primordialmente de viagens escrito por uma cientista residente na Coréia do Sul, mergulhadora viajante na maionese nas horas de lazer e fã do Bob Esponja e do Everest (quanta abobrinha junta, Darwin do céu!), não dá pra esperar mesmo muita coerência nos resultados, né?

Senhoras e senhores, na passarela com vocês os vencedores do Prêmio Malla Bloggel 2004-2005!

1) Economia:

Em geral, não economizo palavras, o que torna quase impossível escolher um exemplo de economia de tempo para o leitor. Também não me atrevo muito a comentar sobre Economia em si, assunto que desconheço por completo, mas no post "Independência e corte" (07/set/05) até que dei um pitaco decente de leiga. O prêmio vai então ao candidato único.

2) Medicina:

Sem dúvida, a melhor - e menos comentada pela mídia - notícia médico-ecológica que este blog comentou foi sobre o a publicação de um trabalho científico que pode pôr fim à engambelação da cartilagem de tubarão pro câncer, em julho/05 - embora resultados concretos da descoberta para as populações de tubarões ainda estejam longe de existir. O outro post candidato era sobre a suplementação alimentar por selênio, mas após deliberações, prevaleceu a notícia que (em tese) alivia um pouco a problemática dos tubarões do mundo.

3) Literatura:

Pouco falo também de literatura, que prefiro ver comentada por quem entende do assunto. Mas a segunda rodada do Clube de Leituras do LLL, sobre Kafka, me forçou a escrever um post que me trouxe boas recordações, sobre Praga. Pra ele, vai o prêmio de Literatura.

4) Política:

Existe uma máxima que diz que futebol, política e religião não se discutem. Não acredito muito nisso (basta andar um pouco pelas páginas dos jornais e ver o quanto essa tese é furada), mas como discuto pouco sobre qualquer assunto, ficou difícil escolher um post "político". Acho que o post "Tensões na Ásia" termina ganhando por falta de concorrência significativa, mas estou aberta a sugestões exóticas.

5) Popularidade Google:

A maioria esmagadora das pessoas que chegam aqui via Google ou outra ferramenta de busca caem no post "O Anel de Fogo do Pacífico". É até entendível que tantas pessoas busquem no Santo Google esclarecimentos sobre vulcões, terremotos, placas tectônicas, maremotos e afins (com as variantes mais esdrúxulas possiveis). O que eu não entendi até agora é por que o que escrevi sobre o anel de Fogo ficou tão popular entre as buscas. Mistérios que só o robô do Grande Oráculo pode responder.

6) Fotografia:

À parte a estranha popularidade googlística do que escrevo, vale notar que a segunda razão pela qual as pessoas caem de pára-quedas aqui é pelas fotos desse blog. Mais de 50% das buscas em geral vêm pelo Google Images; pessoas que estão procurando fotos e não informações. Sinceramente, é difícil dizer qual foto é vencedora entre as buscas, porque são muito variadas. Elocubrações sobre arte e/ou qualidade artística são quase inexistentes por aqui, o que só dificulta tudo. Tubarões, Fernando de Noronha e Havaí têm imagens populares, mas se eu tivesse que dar apenas a um post a premiação de ter a foto mais bonita, eu surpreenderia a todos escolhendo aquele que conta sobre o lugar onde tirei a foto que todos vêem ao me visitar aqui e no Orkut. Como a maior parte das fotos que publico foram tiradas pelo meu fotógrafo predileto, é ele o homenageado especialíssimo aqui, independente da foto que as pessoas escolham.

7) Filosofia do mundo:

Se eu tivesse que explicar a um alienígena um pouquinho da forma como vejo o mundo hoje em dia, principalmente no que diz respeito à globalização e às fronteiras existentes, acho que eu daria o post "Cidadãos do mundo" pra ele ler e espalhar para seus amigos espaciais. Quem sabe, a moda pega.

8) Visita ilustre:

Em meados de julho, esse blog recebeu uma visita anônima vinda de Brasília com o IP de um computador que indicava "PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA". Caiu aqui via Google, buscando "educação na Coréia", e ficou... zero segundos - vai ver se assustou com o post sobre Educação coreana que escrevi e fechou logo o navegador. Mas, mesmo que seja um grande trote (alguém que nomeou seu computador pessoal de forma irônica), ou que tenha sido um real espião do governo querendo saber que fim levou o casal que deu um presente inusitado ao presidente, o registro foi feito. Infelizmente, dado meu desconhecimento da máquina que tenho, no dia do fato acontecido não soube como fotografar a tela, e logo o registro da visita desapareceu, para minha tristeza (minha conta no Sitemeter só mostra os últimos 100 visitantes). Fica então a minha palavra (e do meu namorado) como únicas testemunhas ao fato.

9) Pior título de post:

Ainda me pergunto onde eu estava com a cabeça quando acrescentei "SSS" ao título do post sobre o show do Sting. Como me acostumei a uma vez publicado, evitar mexer muito no conteúdo do post, mantive o título a despeito da fraqueza criativa descarada que me tomava naquele momento.

10) Melhor viagem real relativamente longa:

Para um blog de viagens, a existência dessa categoria de premiação era fundamental. E foi páreo duro escolher um vencedor. Foram muitos posts escritos. Por fim, não há decisão ainda. A disputa está entre os 2 posts da viagem a Nova Zelândia ("Kia ora: entre kiwis, samambaias e maoris" e "Fervendo em Rotorua") e a série de posts da China - são 4 cidades básicas (Beijing, Hong Kong, Macau e Taiwan) e 4 divagações acessórias em tons de vermelho Mao ("Qual o futuro da China?", "Impressões da China", de letreiros e sobre tubarões). A escolha é livre.

11) Melhor viagem real relativamente curta:

Outro páreo duro. Reinou a dúvida entre a viagem pra Busan pra mergulhar com tubarões e a viagem pra ilha de Jeju, ambas feitas aqui na Coréia. Pra acabar com a confusão, Catupiry miou mais alto e decidiu por uma terceira viagem: pra Zona Desmilitarizada. Fim de papo.

12) Viagem na maionese:

Ah! Fácil demais escolher. O prêmio vai para todas as mil e uma notícias do Everest, que começaram com a explicação da febre e se espalharam em inúmeros posts! E que foram lacradas com chave de ouro em container de cristal depois da entrevista do Waldemar Niclevicz, o grande montanhista brasileiro. Como diz aquela música famosa: "I have an Everest state of mind..." Quer mais maionese que isso?

13) Onde fica?:

A categoria "Onde fica?" representa os lugares-tesouros que estão enterrados nos arquivos. É uma homenagem aos lugares esquecidos pela mídia. A disputa fica entre Nauru, Ilhas Marshall e Ilhas Spratly. O desafio é: quem encontrar uma forma fácil de chegar nesses lugares usando apenas um meio de transporte, que os visite e declare o vencedor. Até o momento, o prêmio está em aberto.

14) Tudo de bom sempre:

O nome da categoria refere-se à citação do "Calendário do Som" de Hermeto Pascoal com que termino todas as minhas viagens aqui. É uma escolha pessoal da melhor música/artista/etc. que já passou por um post deste blog. Até já fiz uma semi-lista tentando facilitar a escolha. Mas por mais que eu adore Pat Metheny, ninguém jamais substituirá Hermeto do posto de vencedor absoluto. Hermeto Pascoal é mais que vencedor, é hors-concours.

15) Mallice da Malla:

Quando comecei este blog, pensei em instituir uma vez por semana, por mês ou por periodicidade randômica um tópico explicativo sobre algum aspecto da biologia, assunto com que lido diariamente e pelo qual sou apaixonada. O título primário com que o primeiro post da série ficou foi "Aulinha de Biologia 1". Nunca houve a segunda aulinha, neste que foi o maior fiasco bloguístico. Mas sou brasileira, e não perco as esperanças. Por isso, continuo insistindo em compartilhar a paixão pela diversidade da vida e os problemas, alegrias e perspectivas da ciência com todos.

16) Malla Bloggel da Paz:

Esse prêmio especial não vai pra post algum e é o único prêmio sério de todo esse megalomallanismo. O prêmio vai para todas as pessoas que lêem esse blog, que aqui se divertem com meus textos loooooongos e muitas vezes prolixos, pessoas que acompanham minhas viagens na maionese sem fim com polidez, respeito e sorrisos no rosto. Pra todos que, mesmo sem saber, me incentivam a escrever mais e mais, que dão idéias descompromissadas, que me corrigem, que me fazem pensar, que comentam e colaboram virtualmente de perto. Pra todos que, ao me visitarem nesta casa internética, se tornaram pessoas especiais para mim. Para todos que têm tanta gentileza para dividir um pouco de seu tempo com uma Malla pelo mundo.

Muito obrigada pela visita!

Um brinde de aniversário de 1 ano!

Tudo de bom sempre pra todos nós!

Tintim.

Marcadores: