Uma Malla pelo mundo Interney.net/blogs/malla

sexta-feira, novembro 04, 2005

Pequenas anotações de viagens virtuais 8 - A ciência de informar a ciência

1) Eis um dos grandes dilemas educacionais na ciência, explicado para a Biologia pela Grrrl Scientist:

"(...)But this discussion raises an important issue that is facing biology today; this national trend to sacrifice a broadly-based biological knowledge in our relentless pursuit of increasing specialization. On one hand, specialization is a powerful advantage because it allows scientists to focus their energies and funds more productively than ever before, to push back the boundaries of humanity's ignorance and to make astonishing discoveries almost daily. But we as a society are so bedazzled by the resulting smorgasbord of discovery and innovation that we seem to have forgotten that specialization has its limits, too; it can lead to alienation between the fields and a lack of vision tempered by reality among our scientists. If we isolate biology into competitive subdisciplines that rarely communicate or collaborate with each other, we will lose the ability to see, to understand and to successfully deal with the larger biological challenges that we will be faced with; problems that we can address only if we possess an expansive knowledge of and appreciation for all living things."

Bem-dito. Aliás, em tempos de gripe aviária, é nesse blog que eu vou atrás de informações - ela é ornitóloga, e publica toda semana um apanhado geral de informações sobre pássaros que sobrevoaram pela mídia.

***********************

2) E não é que já tem uma espécie de coral mole do Pacífico no litoral do Brasil? Um grupo de invertebrados restrito a uma região que aparece em outra. É a diversidade marinha literalmente entrando de gaiata no navio.

***********************

3) Opiniões do Carl Zimmer sobre divulgação científica na blogosfera, com comentários interessantes. O Zimmer é meu jornalista científico predileto, by the way.

************************

4) Prêmio pior correlação entre duas premissas: Tipo sanguíneo e escolha de cartão de crédito. Quer dizer que se meu sangue é AB eu uso Visa básico e se eu tenho sangue O prefiro o maior número de benefícios possíveis no Credicard??? É para dar uma sonora gargalhada! Alguém por favor ensine lógica formal pras figuras que conduziram essa pseudo-pesquisa.

(E esse último link veio da SkepticWiki, a enciclopédia do ceticismo (!?!?!) que acabou de ser lançada.)

*************************

5) Momento malla-sem-alça: onde fica a ilha francesa de Reunião? Aos que responderam corretamente no oceano Índico, por favor, expliquem isso também a esse amigo do Estadão, que quis "enriquecer" o título de sua reportagem colada da agência de notícias EFE, e terminou gerando uma confusão geográfica.

**************************

6) Momento malla-sem-alça 2: Um outro amigo quis enfirular essa reportagem sobre o furacão Wilma no México (também requentada da EFE), e terminou cometendo uma gafe biológica ao escrever:

"(...) durante os meses de julho e agosto chegam à região para ver o tubarão-baleia, um pacífico mamífero que assiste à aproximação dos visitantes sem reagir."

Tubarão-baleia é peixe, não mamífero.

**************************

7) Um menino de 8 anos foi aceito como estudante no curso de Física da Universidade de Inha, aqui na Coréia. Os pais utilizaram um método completamente não-convencional para educá-lo desde pequeno. Mas... não sei se acho essa notícia boa ou ruim. Um pedagogo de crianças super-dotadas teria melhor opinião a respeito, com certeza.

**************************

8) Não é sobre ciência, mas vale a visita. Para os retardatários como eu, que não leram as opiniões de um americano visitando a Coréia do Norte, acesse e reflita com as boas histórias e fotos valiosas. Sim, o país mais fechado do mundo recebeu turistas ianques no mês de outubro para uma festividade especial, o Arirang Festival. O preço do pacote saindo de Beijing era exorbitante (aproximadamente 1800 dólares por 3 dias). É, manter um regime totalmente fechado não sai barato... Vale muitíssimo ler o que o moço escreveu. E depois ler o que o Der Spiegel diz do assunto.

************************

Tudo de bom sempre.

Marcadores: