Uma Malla pelo mundo Interney.net/blogs/malla

segunda-feira, abril 30, 2007

Rápidas everestianas

- O primeiro grupo já alcançou o cume do Everest nessa temporada de 2007 - hoje de manhã. A dupla do Casaquistão Vassily Pivtsov e Maxut Zhumayev escalaram com condições meteorológicas ruins, sem oxigênio auxiliar e sem ajuda de sherpas, no verdadeiro estilo alpino, preferido pelos montanhistas "de raiz". Ambos estão na corrida para subirem sem uso de oxigênio suplementar os 14 picos de mais de 8,000m, e colocarem seus respectivos nomes na história do montanhismo mundial. Com o feito de hoje, faltam agora apenas três. Parabéns aos dois.

- Uma avalanche fechou a região da geleira do Khumbu, o que pode atrasar a maior parte das grandes expedições que se agrupam no acampamento-base do lado nepalês. Há grupos trabalhando na reabertura, mas como tudo que ronda o Everest, pode custar a perda de uma boa aclimatação ou da janela de oportunidade do cume. Aguardemos.

- No lado tibetano, um grupo de americanos protestaram contra a passagem da tocha olímpica pelo Everest, visto que a China contribui para a degradação da cultura tibetana ao não aceitar a região como independente e banir da mídia interna qualquer referência a essa questão. É claro, a China-mãe tomou sua atitude característica e baniu os americanos da região, prendendo-os e deportando-os; e a tocha passará por lá normalmente, como se nada tivesse acontecido - esse ano, um grupo fará essa "escalada olímpica", tentando chegar ao cume. Interessantemente, duas outras cidades de política controversa com a China também receberão a tocha olímpica: Pyongyang (que acho que nunca recebeu a tocha desde que virou ditadura fechada) e Taipei (que luta pela independência da China há décadas). Taiwan já se recusou a receber a tocha olímpica, por considerar o momento em que a mesma passará como "uma rota doméstica chinesa", o que ofende a soberania pelo qual lutam. Só de curiosidade, o trajeto da tocha foi anunciado, e nas Américas passará apenas por Buenos Aires e San Francisco (EUA).

- Sir Edmund Hillary, o primeiro homem a chegar ao cume do Everest, encontra-se hospitalizado após uma queda no Nepal. Hillary estava em Kathmandu para incentivar uma expedição chamada "Super-sherpas" que pretende homenagear os verdadeiros heróis das escaladas everestianas, o povo sherpa. (Homenagem muito justa, por sinal.)

- O prefeito de Praga Pavel Bem foi proibido de escalar o Everest pelo lado tibetano (exemplificando mais uma vez a flexibilidade política chinesa tão típica...). Mas Pavel, mostrando que sua persistência extravasa para outros campos não-políticos, está agora do lado nepalês, para tentar concluir seu objetivo. Ah, se todos os prefeitos tivessem essa vontade de alcançar suas metas propostas...

- Tudo de Everest sempre.

Marcadores: