Uma Malla pelo mundo Interney.net/blogs/malla

segunda-feira, janeiro 14, 2008

Estrangeiro?

Eis que o Marfil, dono do Spoiler News, veio me notificar na caixa de comentários do post abaixo sobre a premiação do 5º Prêmio Spoiler de Cinema e Blog 2008. Ele comenta que 2640 pessoas votaram em diferentes categorias, e que meu bloguinho foi o mais votado (ou seja, vencedor) na categoria "Melhor blog estrangeiro" - uma surpresa enorme, confesso. A todos que votaram no "Uma Malla pelo mundo", eu queria dar meu muito obrigada. Vocês me estimulam assim a manter esse espaço de conversação e troca, e isso é fundamental. E obrigada especial ao Marfil, que organizou todo esse prêmio - deve dar um trabalho danado ficar juntando votos.

Eu votei lá também, e tanto não acreditava na minha própria indicação que terminei votando na Denise (pronto, revelei meu voto!), que tem um dos blogs estrangeiros mais visitados e comentados da blogosfera brasileira com pé lá fora - e ela ainda mora no exterior. A Denise faz um trabalho maravilhoso agregatório, de pessoas as mais diferentes possíveis, e tem uma importância especial para a comunidade brasilo-gringa. E para mim, que a considero muito antenada com assuntos os mais diversos possíveis.

Enfim, mas fato é que quando soube dessa indicação em dezembro escrevi:

"Valeu demais pela honra da nomeação para o prêmio de melhor blog estrangeiro, mas... só um adendo: esse blog é desde o ano passado estrangeiro em terras brasileiras. Ainda tá valendo? Espero que sim! :D"

Aí que ter ganho essa votação, apesar de me encafifar um pouco, me deixa com uma sensação geral feliz. (Não sou nada iludida com essa suposta "fama" à la Miss Cangaíba, porque afinal eu estudei um pouco de estatística, probabilidade e principalmente de amostragem e entendo o que 2640 votos significam no universo de blogs existentes nessa web sem porteira.) Mas fato é que fico feliz, porque se me premiaram como blog estrangeiro, é porque meu blog, que nasceu na Coréia do Sul, ainda revela coisas do mundo, mesmo sendo escrito hoje direto de São Paulo (por tempo limitado). E isso era algo que eu temia perder morando no Brasil: a visão do mundo exterior, o entendimento da perspectiva alheia ao que se passa aqui, aos problemas e soluções, e o próprio olhar global da perspectiva brasileira sobre o que está lá fora. Temia ser engolida pela unilateralidade da opinião brasileira. Felizmente, parece que continuo na trilha a que me auto-propus, de manter o mundo como referência, ele está ainda refletido aqui nas minhas mal-traçadas linhas. E isso sim dá mais prazer para escrever e compartilhar e continuar a caminhada, conhecendo pessoas e logando momentos. Ufa.

Tudo de bom sempre aos blogs do mundo. Que eles continuem a ser meios, não fins.

Marcadores: ,