Uma Malla pelo mundo Interney.net/blogs/malla

sexta-feira, janeiro 04, 2008

Pequenas anotações de viagens virtuais 25

1) Uma página útil para quem quer saber sobre números monetários de pesquisa científica nos EUA: Research Crossroads. Separado por tipo de pesquisa, pesquisador, agência fomentadora e afins.

2) Brasil: um lugar para ser LIP? A experiência diz que sim e não, ao mesmo tempo. Depende da sua animação, acima de tudo, para lidar com burocracia e impostos abusivos.

3) No sonhado laboratório do futuro, todo cientista terá um blog para divagar e discutir sobre o que trabalha, amplificando a mensagem para o mundo de forma igualitária. Acha que é muito sonho, muita utopia? Pois lá já é uma realidade.

4) Um surfista na física. E dando altos cutbacks. Eu adoro histórias assim - quem não gosta?

5) O hotel subaquático de Dubai está marcado para ser inaugurado ainda este mês. Será que vai mesmo? Na torcida. (Via The Blue Economy)

6) Sempre achei que a melhor forma de realmente conhecermos um país é morando lá - ou ouvindo as histórias de quem vive por lá. Foi lendo o blog da Sandra Bose, por exemplo que eu aprendi que os hindus não consideram a vaca sagrada - o touro sim, o é. Eis então que o excelente Pedro Doria, de cabeça antenada com essa noção básica sobre o mundo que cerca a todos, abriu uma seção em seu blog chamada "O mundo visto pelos leitores" e nos brindou com um texto elucidativo e maravilhoso, enviado por um leitor, sobre a vida na cidade de Teerã. Fascinante, leitura obrigatória para quem gosta de costumes internacionais e tem curiosidade por essa região tão complexa geopoliticamente falando.

7) A quem interessar: a íntegra do discurso de Al Gore ao receber o prêmio Nobel da Paz de 2007 em Oslo, no dia 10 de dezembro.

8) A National Geographic Traveler juntou algumas de suas fotos mais interessantes sobre a China nesse link. A minha predileta é essa aqui, que diz à beça em um clique certeiro.

9) Filho de peixe, peixinho é...

10) "eram outros dias nos blogs, também. é certo que sempre tive cadernos. do mesmo modo que é certo que nunca gostei de rascunhar e depois transcrever — porque era assim, simples; era sentar e escrever. um dia alguém, em algum lugar, se transformou em um “blogueiro profissional” e matou um pouco da magia. porque, pode não parecer, mas estou nessa já há alguns anos (seis ou sete, enfim); e, portanto, vi a maioria das coisas acontecendo — de longe, na maior parte das vezes. escrever o cotidiano, sem uma sacada genial, sem publicidade, sem links amigos, sem pretensões ou dinheiro, aqui de longe, ficou parecendo estar fantasiado de palhaço num velório (ou vestindo terno preto e lágrimas num circo). ficou parecendo incômodo não ser “sucesso”.

(claro, há exceções. sempre há. um suspiro aliviado em homenagem a elas, então.)"


Ah, o Thiago. Sábio sem perder a ternura. Uma jóia rara.

11) Um estudo da Nature Conservancy revelou que conservar (o mar, pelo menos) diminui a pobreza das comunidades vizinhas à área conservada. Estudo para ser altamente refletido quando se propuser uma reserva marinha - e desbancar aquelas desculpas esfarrapadas de donos de indústrias poluentes e quetais de que a comunidade "sofrerá" deveras com a política ambiental.

12) O Japão suspendeu a caça às baleias jubarte - pelo menos até a próxima reunião da Comissão Internacional de Baleias. O clima de hostilidade da maior parte dos países contribuiu para tal decisão, mas ainda acho que a posição australiana contra a matança foi a que mais pesou na mudança de atitude japonesa.

13) "Maps of Mars are roughly 250 times better than maps of the ocean floor." Há algo de revelador - e perturbador - sobre nossas prioridades quando lemos uma frase como essa.

14) Os 7 maus hábitos dos fotógrafos digitais. E eu ainda acredito que uma boa foto é o clique da máquina e o olho do fotógrafo que faz, não o Photoshop nem o clique do mouse, que esses só ajudam a melhorar os anteriores bem-feitos. Mas também não chego a extremos de conclamar a morte da fotografia como arte. Não está.

15) Um desejo para esse 2008 que se inicia: que seja o ano do debate científico de qualidade. Mas não só nos EUA: que se estenda a todos os países pelo mundo.

16) Tudo de bom sempre para as viagens de 2008.


P.S.: "Follow the dolphins and you'll find me."

Marcadores: